Big Concreto

Curiosidade: Construções mais antigas feitas em concreto

A necessidade do homem de construir locais para se sentirem seguros trouxe ao mundo a descoberta do material construtivo mais importante e, hoje em dia, mais utilizado: o concreto. A massa que sofreu diversas modificações com o passar dos anos, hoje é composta pela junção de cimento, areia, pedras e água.

O material, porém, não surgiu de uma hora para a outra em um lugar específico, e sim, foi se aprimorando em diversas partes do mundo. O local onde a primeira noção do que temos hoje em dia surgiu foi no Império Romano, 300 anos antes de Cristo. Lá, eles utilizavam de uma mistura de areia, cal, agregados (pedras calcárias, e, muitas vezes, leite, gordura animal e até sangue), Pozolana (rocha de origem vulcânica) e água. Então, já é de se esperar que as construções mais antigas com o uso desse material estejam nessa área.

Selecionamos as cinco construções mais antigas feitas em concreto e, abaixo, citaremos e explicaremos um pouco mais acerca de cada uma delas.

Panteão

Localizado em Roma, na Itália, o Panteão foi construído durante o reinado do imperador Augusto e reconstruído por Adriano, em 117 d.C.; é considerado uma das construções mais bem preservadas da cidade de Roma e hoje em dia atua como museu e Igreja católica.

O Panteão possui colunas de granito que sustentam o frontão, um vestíbulo retangular que junta o pórtico à rotunda, que é coberta por uma grande cúpula de concreto. Esta cúpula é, até hoje, a maior de concreto não reforçado do mundo.

Basílica de Santa Sabina

Construída entre 422 e 432 d.C. e localizada no Monte Aventino, em Roma, a Basílica de Santa Sabina é, ainda hoje, utilizada pela Igreja Católica.

A Basílica foi fechada no século IX e passou a fazer parte de uma fortificação; então, teve seu interior reformado por Domenico Fontana, em 1587, por Francesco Borromini, em 1643 e foi restaurada por Antonio Muñoz, que trouxe de volta a aparência medieval original da Igreja.

Castelo de Santo Ângelo

Com a estrutura iniciada no ano de 135 d.C. pelo imperador Adriano, e finalizada em 139 d.C. por Antonio Pio, a construção tinha como objetivo ser um mausoléu pessoal. Em 400 d.C., o castelo foi convertido em um forte e segue assim até os dias de hoje, servindo também como museu.

É localizado em Roma, diante da Ponte de Santo Ângelo, próximo ao rio Tibre e ao Vaticano.

Coliseu

Erguido por concreto e areia, o Coliseu é uma das construções mais famosas do mundo. Antigamente, era utilizado como palco para sangue e violência dos gladiadores, recebendo cerca de 50 mil romanos para assistir a esses “espetáculos”.

Hoje, apesar do estado arruinado, o local – ainda considerado o maior anfiteatro já construído – recebe centenas de turistas e promove alguns eventos culturais de alto custo. Muitos concertos e eventos católicos são realizados na parte de fora do lugar, tendo como imagem de fundo o próprio Coliseu.

Teatro de Marcelo

Construído durante a República Romana para a realização de espetáculos de teatro e música, o Teatro de Marcelo foi o maior a céu aberto em Roma. O local passou por diversas modificações ao longo dos anos e, hoje, é um dos monumentos mais visitados da cidade por apresentar uma perspectiva única da reutilização de antigas ruínas durante a Idade Média.

Após todos os anos de aprimoramento do concreto, descobriu-se que ao adicionar diferentes elementos além da combinação de cimento, areia, pedra e água, torna-se possível que o produto adquira características únicas, que permitem com que demandas específicas de obras sejam atendidas. A BIG Concreto possui diversos tipos de concreto, que podem ser vistos com explicações clicando aqui. Em caso de dúvidas, contate uma de nossas unidades.